A percepção dos produtores de alho na região do Alto Paranaíba-MG acerca da aplicação do direito antidumping no alho importado da china.

Élida Pereira Silva Chujo, Carlos Eduardo Artiaga Paula, Rosiane Maria Lima Gonçalves

Resumo


Antidumping são medidas para inibir que empresas vendam seus produtos a outros países com preço inferior ao comercializado pelo país de origem e são aplicadas de forma a onerar o produto exportado, tornando-o competitivo com os demais no mercado interno. Tal medida foi instituída no alho advindo da China que, por adotar leis trabalhistas e ambientais flexíveis, associada a uma tributação menor, quando comparada ao Brasil, consegue comercializar, com preço mais atrativos, o alho que também é um produto altamente cultivado na região do Alto Paranaíba em Minas Gerais. Diante do exposto, visa-se, com o presente artigo, verificar se, na percepção e considerando o perfil dos produtores rurais, são relevantes as medidas antidumping do alho importado da China. Concluiu-se, a partir do desenvolvimento de questionários, a relevância da medida por tornarem o alho do Alto Paranaíba mais competitivo, gerar lucro e empregos. Os produtores, participantes da pesquisa, viram nas medidas protecionistas um meio de protegerem o seu negócio. Contudo, as medidas geram tensão entre os dois países, considerando, sobretudo, que ambos são fortes parceiros comerciais e que o Brasil é um dos países que mais usam atos antidumping. Ademais, o perfil dos produtores demonstrou uma produção de alho com baixa tecnologia e que as medidas postas ao alho chinês também revelam um forte protecionismo do mercado interno. Logo, são recomendáveis soluções diplomáticas e que haja um aprimoramento da produção nacional do alho para que tal produto se torne competitivo no âmbito internacional.


Palavras-chave


Antidumping – alho – China – produtores rurais – protecionismo.

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.