STARTUPS COMO MODELO DE EMPREENDEDORISMO PROPULSOR À ABERTURA EXITOSA DE NOVAS EMPRESAS

Raylton Wyllas de oliveira, Demitriano Fernandes Paiva, Maycon De Carvalho Azevedo, Francisca Noeme De Araújo

Resumo


O presente trabalho tem como premissa básica levar conhecimento àqueles que intencionam começar um projeto novo e não dispõem de recursos necessários ou conhecimentos técnicos para esse desejado fim. De tal modo, a pesquisa tem como objetivo apresentar alguns conceitos relevantes que sejam capazes de contribuir para a desenvoltura de ideias para quem almeja abrir novas empresas. Entende-se que essas ideias são colocadas em prática através do empreendedorismo, que é a capacidade de criar e desenvolver um plano de negócios com recursos escassos. Como metodologia, utilizou-se a pesquisa documental, analisando referenciais já existentes que contribuem para a discussão sobre o tema aqui analisado. Como resultados, observou-se que o empreendedorismo pode  ser desenvolvido por meio de um modelo inovador, denominado startup, que é uma organização temporária formada para se chegar a um modelo de negócios repetível e escalável em um ambiente de extrema incerteza, com a assistência de entidades governamentais públicas e privadas, como incubadoras e aceleradoras, que têm o papel de auxiliar startups incipientes no começo das operações e também no seu  desenvolvimento, auxiliando com o suporte necessário. Portanto, verifica-se que as startups, embora se apresentem como um modelo inovador de sucesso, podem fracassar e serem descontinuadas, devido alguns fatores relevantes como um grande número de sócios nas empresas, um montante de capital investido antes das vendas e a localização delas.


Palavras-chave


Startups; Empreendedorismo; Desenvolvimento;

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.