Gestão por processos como forma de mitigação da judicialização da saúde: uma análise da atuação da assessoria jurídica da Unimed dos Vales do Taquari e Rio Pardo/RS

Aline Costa Mathias, José Sérgio de Jesus

Resumo


O estudo objetiva investigar como a gestão por processos pode mitigar os riscos de judicialização da saúde pela atuação da Assessoria Jurídica na UNIMED dos Vales do Taquari e Rio Pardo (VTRP). Foram definidas para a pesquisa cinco dimensões acerca da Assessoria Jurídica: importância do setor; papel da Assessoria Jurídica; atividades desenvolvidas; atividades preventivas; e gestão por processos. A revisão da literatura foi estruturada a partir da conceituação de assessoria, gestão por processos e judicialização da saúde, com a elaboração do referencial teórico que sustenta o estudo. Foi realizada a geração e coleta de dados por meio de entrevistas com 11 gestores e médicos cooperados da UNIMED dos Vales do Taquari e Rio Pardo, com sede em Lajeado/RS. Os dados foram tabulados e analisados, visando interpretá-los para compreender a percepção dos entrevistados e respondentes quanto a cada uma das dimensões da pesquisa. A compreensão do fenômeno se deu por meio de análise de conteúdo das entrevistas, gerando categorias relacionadas às dimensões da pesquisa. Os resultados foram discutidos e interpretados à luz do aporte teórico, concluindo que a Assessoria Jurídica cumpre papel essencial na prevenção de ações judiciais, devendo fazer a gestão por processos, vez que sistematiza as orientações e atendimentos.


Palavras-chave


Gestão por processos. Judicialização da saúde

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.