Depressão e trabalho: revisão da literatura nacional de 2010 e 2014

Claudia Regina Corrêa, Carlos Manoel Lopes Rodrigues

Resumo


As constantes mudanças no mundo do trabalho vêm repercutindo na saúde mental dos trabalhadores, sendo os transtornos mentais uma das maiores causas de afastamento do trabalho, destacando-se a depressão. No intuito de contribuir com o entendimento da relação entre depressão e trabalho, realizou-se uma revisão sistemática da produção acadêmica nacional, com foco em artigos empíricos publicados entre 2010 e 2014, nas bases BVS Saúde, Scielo e Periódicos Capes. Analisou-se 41 artigos agrupados em pesquisas epidemiológicas (27,5%) e pesquisas sobre saúde e qualidade de vida no trabalhado (72,5%), sendo identificadas 9 categorias profissionais estudadas, com predominância dos estudos com profissionais de saúde (30%), educação (20%) e serviços (20%). Os estudos epidemiológicos indicaram uma prevalência superior de casos depressivos quando comparados com a população em geral. Os estudos sobre saúde em geral e qualidade de vida no trabalho focaram-se na identificação de fatores de risco, mantendo concordância com a literatura. Dada a heterogeneidade metodológica e instrumental dos estudos analisado, sugere-se um aprofundamento mais detalhado na questão.


Palavras-chave


Depressão; Trabalho; Saúde mental; Saúde ocupacional, Riscos ocupacionais.

Texto completo:

PDF