CONSUMO DE LUXO EM BRASÍLIA: O QUE PENSA O CONSUMIDOR?

Francisco Nunes dos Reis Junior, Claudio Torres

Resumo


O mercado de luxo movimentou em 2012 €212 bilhões, um crescimento de 10% em relação a 2011 e a previsão para 2017 é de €250 bilhões. O Brasil é, também um mercado consumidor de produtos de luxo. Este artigo teve objetivo de identificar as dimensões que explicam o consumo de produtos de luxo sob a perspectiva do consumidor brasiliense. Por meio de análise qualitativa de 15 entrevistas de consumidores de produtos de luxo utilizando-se o software IRAMUTEQ, tem-se que 4 dimensões podem explicar o fenômeno: econômica, simbólica, funcional e social

Palavras-chave


Consumidor; Luxo; Brasília; Pesquisa qualitativa.

Texto completo:

PDF