Gestão da Inovação: Análise da Capacidade Inovativa do Sistema Metroviário do Distrito Federal

Evaldo Cesar Cavalcante Rodrigues, Carlos André de Melo Alves, Bruno Alexandre Braga, Carlos Rosano Peña

Resumo


As organizações devem proporcionar um ambiente favorável à criatividade das pessoas, a partir da integração de equipes de projetos voltados para pesquisa e desenvolvimento, com a finalidade de gerar inovação. O objetivo geral desta pesquisa foi analisar a capacidade inovativa do Sistema Metroviário do Distrito Federal, com base na percepção dos empregados do METRO-DF. A metodologia adotada foi a análise multicritério numa abordagem construtivista (MCDA-C), empregando três critérios para melhor entender a citada capacidade inovativa: 1. Incentivo à participação e interação; 2. Liberdade de criação e 3. Valorização do capital humano. Cada critério foi associado a cinco subcritérios a eles vinculados. Os principais resultados evidenciaram que a capacidade inovativa encontra-se numa faixa de resultados satisfatória, mas sujeita a melhorias. Adicionalmente, constatou-se que os três critérios utilizados não apresentaram desempenhos uniformes e todos sinalizaram possibilidades de melhoria, especialmente o critério 3, vinculado à valorização do capital humano.

Palavras-chave


Metrô; Inovação; Tecnologia Dominante; Sistema de Transporte; Análise Multicritério.

Texto completo:

PDF