Avaliação da usabilidade do serviço de táxi do Distrito Federal (DF) quanto à origem-destino dos usuários

Policarpo Francisco Quipungo, Roberto Bernardo da Silva, Evaldo Cesar Cavalcante Rodrigues, Eduardo Mendes Rodrigues

Resumo


Documentos oficiais têm apontado que os gestores do serviço de táxi no Distrito Federal (DF) apresentaram problemas para manter a regularidade do serviço na cidade. Isto tem gerado questionamentos acerca da qualidade desse serviço prestado na capital. Nesse trabalho encontra-se uma investigação acerca da usabilidade do serviço de táxi no Distrito Federal-DF, na percepção dos usuários. Como método de análise este estudo utilizou o método Multicritério de Apoio à Decisão Construtivista (MCDA-C). Visto que o MCDA-C possibilita analisar quantitativamente um problema qualitativo, desta maneira pôde-se analisar os resultados subjetivos e também os dados oriundos de cálculo matemático. Este método contou com diversas reuniões em formato de brainstorming e uma reunião em formato de grupo focal (GF) com especialistas na área de transporte público a fim de definir e ratificar critérios e subcritérios percebidos pelos usuários para a avaliação da usabilidade nas questões envolvidas com a origem-destino.  Os critérios analisados para medir a usabilidade do serviço de táxi foram: veículo, sistemas de apoio, ação profissional e origem-destino. Os dados quantitativos foram originados através do lançamento dos dados coletados no software MAMADecisão, este é capaz de calcular e gerar índices que puderam ser analisados à luz da teoria. Os índices de usabilidade com base nos critérios mostraram-se altos e significativos na percepção dos usuários. Os resultados desse estudo mostraram que os usuários avaliaram positivamente a usabilidade do serviço de táxi quanto à origem-destino, ou seja, mostraram-se contrastantes em relação à crise em que se encontra o referido serviço no DF.

Palavras-chave


Transporte Público Individual; Mobilidade Urbana; Táxi; Usabilidade; método Multicritério de Apoio à Decisão Construtivista – (MCDA-C).

Texto completo:

PDF