Grupo multifamiliar no contexto de internação provisória: uma ferramenta metodológica para o fortalecimento de vínculos afetivos entre a família e o adolescente em conflito com a lei

Iara de Sousa Lima, Mônica Barcellos Café

Resumo


O presente trabalho objetiva apresentar uma experiência de grupo multifamiliar com adolescentes em conflito com a lei e suas famílias, visando o estreitamento dos vínculos afetivos entre eles e a criação de um espaço de acolhimento às famílias. Grupo multifamiliar pode ser definido como uma metodologia de intervenção grupal onde se reúnem várias famílias com problemáticas semelhantes, com integrantes de diferentes gerações, proporcionando a discussão de temas e a busca de soluções para os problemas enfrentados por elas. O grupo utiliza o conceito de rede social, em que se valoriza a troca de experiências e sentimentos entre os participantes e o desenvolvimento de relações de apoio mútuo. O trabalho foi realizado em uma Unidade de internação provisória do Distrito Federal, por meio de três encontros conduzidos pela equipe multidisciplinar da instituição nos dias de visita familiar. Participaram do grupo oito adolescentes que estavam cumprindo internação provisória pela primeira vez, e um ou dois adultos responsáveis por cada um eles. As atividades estimularam interações positivas entre adolescentes e seus familiares, facilitaram a expressão de afeto e proporcionaram um espaço para o exercício do diálogo entre eles, além da adoção de uma atitude protagonista na resolução de seus problemas. O grupo multifamiliar se revelou como uma ferramenta metodológica útil para o fortalecimento de vínculos do adolescente com sua família, reforçando o papel desta enquanto fator de proteção ao envolvimento do adolescente com atos infracionais, e também contribuiu para uma maior aproximação entre as famílias e a equipe de referência da Unidade.


Palavras-chave


Grupo multifamiliar; Socioeducação; Adolescentes em conflito com a lei; Família

Texto completo:

PDF