Política da Socioeducação no Brasil: análise acerca do racismo estrutural no sistema socioeducativo brasileiro

Maria Yvelonia dos Santos Araujo, Joyce Ferreira dos Santos, Luciano Ramalho da Silva

Resumo


Este artigo é fruto dos estudos desenvolvidos no Grupo de Pesquisa Direitos Humanos, Adolescência e Socioeducação na América Latina e busca, por meio de uma criteriosa pesquisa bibliográfica e documental, compreender e refletir sobre a trajetória da criança e do adolescente no Brasil, em seus aspectos históricos, avaliando os elementos culturais, raciais e políticos e, primordialmente, as relações sociais capitalistas e os seus efeitos na política da socioeducação brasileira. O método marxista configura-se como aporte teórico desta análise. Indica, ainda, que o contexto infracional é provocado não somente pelas questões intrapessoais, mas igualmente ocasionados pelas questões interpessoais, em que o cenário social alimenta veementemente uma maior marginalização e criminalização do negro na realidade social brasileira.


Texto completo:

PDF