A GINÁSTICA LABORAL NA MANUTENÇÃO DA SAÚDE DOS PROFESSORES DA ESCOLA MUNICIPAL DE PLANALTINA-GO

karem Kolarik, Marcus Tulius de Paula Senna, Suzi Sayonara Renner Ferrão

Resumo


Resumo: O presente artigo tratou de analisar a contribuição da ginástica laboral na manutenção da saúde dos professores da Escola Municipal de Planaltina de Goiás. Para tanto, realizou uma pesquisa de campo que contou com a participação de cinco professores do ensino fundamental. Foram aplicados questionários primeiramente para a anamnese, destinados a coletar informações sócio-demográficas que ajudaram a compor o perfil dos participantes e o teste de Lipp para saber quanto ao estresse dos professores. Em seguida, desenvolveu-se um programa de ginástica laboral realizado 3 vezes na semana durante 4 meses. Ao final foram coletados os dados sobre a percepção dos participantes sobre: doenças ocupacionais, ginástica laboral, qualidade de vida do trabalho, dentre outros fatores relacionado ao tema. De acordo com os resultados obtidos, a ginástica laboral propicia a diminuição dos agravos do sedentarismo e atua no auxilio preventivo de lesões no ambiente de trabalho. Concluiu-se que a ginástica laboral contribui no aumento da capacidade funcional do indivíduo e também ajuda na prevenção de lesões ou doenças ocupacionais.


Palavras-chave


Professores; Doenças ocupacionais; Ginástica laboral; Qualidade de vida.

Texto completo:

PDF PDF