A importância da relação cidade-campo no ensino de geografia na educação básica

Caio Mateus de Melo Souza, André Vieira Freitas

Resumo


As recentes transformações na dinâmica territorial brasileira levaram à reformulação da relação cidade-campo a partir de um amplo processo de modernização que induziu fenômenos como uma acelerada urbanização, a modernização agrícola e o êxodo rural. Considerando esse processo, o presente texto se volta para a discussão da importância de compreender e abordar de modo adequado a relação cidade-campo no ensino de geografia na educação básica, tendo em vista o contexto dos alunos, onde eles vivenciam essa relação cotidianamente na prática. Isto é, a necessidade de pensar o ensino de geografia dialogando com o contexto dos alunos, um imperativo para compreender o espaço geográfico e as especificidades do meio técnico-científico-informacional. Para discutir essa temática e alcançar esse objetivo central, considerando as necessidades do diálogo entre o ensino e a pesquisa em Geografia, busca-se ainda discutir e problematizar a relação entre rural e urbano na dinâmica espacial brasileira e analisar as contribuições da construção dos conceitos para o ensino de Geografia a partir dos elementos do espaço vivido dos alunos. Os aspectos metodológicos partem da análise teórico-conceitual e empírico documental, considerando também a revisão de autores que discutem a temática em questão. Nesse sentido, o texto se divide em três seções: (I) as recentes transformações na dinâmica de uso do território brasileiro e a relação cidade-campo, (II) a relação cidade-campo no âmbito legal e na ciência geográfica e (III) a relação cidade-campo no ensino de geografia: pensar a educação a partir do contexto dos alunos.


Palavras-chave


ensino de geografia; relação cidade-campo, rural, urbano

Texto completo:

PDF