DESENVOLVIMENTO E OPERAÇÕES UTILIZANDO ANSIBLE COMO PRINCIPAL FERRAMENTA DE IMPLANTAÇÃO: ESTUDO DE CASO NO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO DISTRITO FEDERAL (TJDFT)

Renato José da Silva Camões, Jessé Alves da Silva

Resumo


O DevOps é uma resposta a uma desconexão entre as atividades de uma equipe de desenvolvimento e operacional na maioria das empresas. Essa desconexão muitas vezes se manifesta como conflito e a incompatibilidade entre ferramentas de desenvolvimento e operações. De acordo com os princípios do DevOps, a infraestrutura é código e deve ser desenvolvida e gerida. Processos automatizados se tornam essenciais, pois permitem executar tarefas mais rapidamente e diminui a possibilidade de erros humanos. O conceito de automação pode ser definido como a técnica de tornar um processo ou sistema automático e refere-se tanto a serviços executados como a produtos fabricados automaticamente e às tarefas de intercâmbio de informações. Desta forma, o objetivo do presente trabalho é mostrar a eficácia da utilização do DevOps através de ferramentas de automação de infraestrutura, em um estudo de caso feito no grupo de tecnologia do Tribunal de Justiça do Distrito Federal (TJDFT). Pretende-se demonstrar a mudança de cultura do setor com a possibilidade de automação dos processos, a eliminação de interrupções, evidenciando consistência, reprodutibilidade, continuidade, auto-teste e versionamento.


Palavras-chave


Inovação

Texto completo:

PDF