BEM-ESTAR PERCEBIDO SOBRE FUNCIONALIDADES E DESIGN DE APARELHOS CELULARES

Rodrigo Souza

Resumo


O objetivo principal deste estudo é mensurar o bem-estar percebido pelo uso e posse de aparelhos celulares.  A pesquisa se baseou no método quantitativo descritivo. Foram coletados dados de 210 alunos de cursos de graduação de uma instituição de ensino superior particular do Distrito Federal. O instrumento de pesquisa foi baseado em uma escala de bem-estar subjetivo traduzido e validado na população brasileira por Albuquerque e Tróccoli (2004). Este instrumento é composto por três dimensões: afeto positivo, afeto negativo e satisfação. A versão para avaliação desta pesquisa utilizou 5 itens de afeto positivo e  5 itens de afeto negativo. Outros  3 itens sobre satisfação quanto ao Design foram elaborados pelo autor, bem como outras 3 questões sobre satisfação quanto as funcionalidades do celular. Os resultados não apresentaram diferenças significativas nas análises de variância. Apenas algumas correlações positivas entre as variáveis se fizeram presente. Sugere-se que seja realizada uma nova pesquisa para construção e validação de um instrumento com itens mais específicos para avaliação do bem-estar percebido sobre o uso e posse de aparelhos celulares.
 
Palavras-chaves: Bem-estar. Funcionalidades. Design. Celulares.

 


Palavras-chave


Bem-estar. Funcionalidades. Design. Celulares.

Texto completo:

PDF