O Estado de natureza e a liberdade na concepção de Thomas Hobbes.

Lincoln Sales Serejo

Resumo


Resumo: O artigo tem o objetivo de analisar sinteticamente o estado de natureza e o conceito de liberdade para Thomas Hobbes seguindo a obra Leviatã e Do Cidadão e a partir disto, refletir sobre o que garante a legitimidade do poder político no modelo contratualista hobbesiano. Em primeiro lugar, aponta-se algumas características do Estado de natureza em Hobbes. Em segundo lugar, apresenta-se algumas leis da natureza no Leviatã, seguindo-se de uma análise sobre o conceito de liberdade. Na conclusão pretende-se demonstrar que justiça e liberdade estão ausentes da condição natural da humanidade, bem como esclarecer sobre a legitimidade do poder político. 


Texto completo:

PDF